A Psicologia Positiva e o seu contributo à infância

A Psicologia Positiva é uma nova disciplina científica da Psicologia que se dedica ao estudo das características positivas das pessoas e instituições com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e prevenir patologias. Tem por objetivo principal a promoção do bem-estar e do florescimento humano.

Através da compreensão daquilo que está bem no indivíduo, a Psicologia Positiva ampliou o foco da Psicologia,  tradicionalmente restrito ao entendimento, correção e tratamento das fraquezas e do mal-estar – para incluir uma perspectiva mais otimista acerca do potencial humano.

O cultivo da autenticidade, do crescimento pessoal, do significado e da excelência fazem parte da natureza inata do ser humano e são ingredientes fundamentais para a felicidade.

É com base neste olhar sobre a pessoa, sempre em desenvolvimento, que a Psicologia Positiva se revelou uma importante área a se aplicar à infância.

Perceber o desenvolvimento como um fenómeno único, individual e idiossincrático, que merece acontecer, para o seu pleno florescer, num ambiente positivo, que reconhece e cultiva as forças e virtudes humanas – é o principal contributo da Psicologia Positiva aplicada à infância.

Todos aqueles que convivem com crianças, que são responsáveis pela sua educação e desenvolvimento, podem aprender e aplicar muitos destes conhecimentos no quotidiano.

Utilizar a Psicologia Positiva no dia a a dia com a criança significa aprender a estar consciente e a reconhecer as forças e virtudes desta, com ganhos em termos da qualidade da comunicação e da relação.

Para além disso, nós adultos também temos o nosso conjunto único de forças e podemos usar a nossa consciência acerca do nosso próprio potencial de desenvolvimento e crescimento para construir contextos educacionais  e parentais florescentes.

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.